TRACE TRENDS


Trace Trends

VOLTAR

Preta Rara quebra padrões e usa sua arte pela igualdade

Assista aos nossos novos vídeos no YouTube e inscreva-se no canal!

Ela foi registrada como Joyce Fernandes, mas depois de alguns anos passou a assumir sua verdadeira persona: Preta Rara: ex-empregada doméstica, professora, escritora, cantora e militante da causa negra. 


"Quanto mais você ascende socialmente você chega num lugar, procura seus iguais e eles não estão. Isso está errado e me incomoda muito", diz, explicando a origem de seu ativismo, surgido em suas origens na Zona Noroeste, periferia de Santos.  


O nome Preta Rara veio por intermédio da mãe. "Ela que me deu esse nome, porque eu gostava de coisas diferenciadas, como ela diz", explica. "Enquanto as meninas estavam brincando de bonecas eu estava jogando bola e escrevendo". 


Autora de músicas e poemas intensos, ela fala que música "é uma forma de resistência". "Eu sou uma mulher independente, que sobrevive de arte, mas quer viver de arte um dia". 


Ela comentou um pouco sobre os sete anos em que trabalhou como empregada doméstica e frisou que a profissão guarda resquícios da escravidão. "Não basta limpar, tem uma coisa de servir". 

Publicada: 04/12/2019

Comentários