Mariana Godoy Entrevista

Sexta-feira, às 23h

Mariana Godoy Entrevista

VOLTAR

"Sambista tem o dever de ser o cronista da sociedade", afirma Arlindinho

Assista mais vídeos e inscreva-se no nosso canal de Jornalismo no Youtube. Clique aqui!

Em agosto deste ano nasceu o segundo filho do artista, chamado Antônio Massaia Candeia Cruz - nome dado em homenagem ao sambista Candeia. Sobre a alegria da chegada do caçula, Arlindinho compartilha uma tradição da família Cruz: compor um samba para toda criança recém-nascida. É o caso de 'A Cartilha', canção feita para o pequeno Antônio. "Um pai querendo mostrar um pouquinho do que viveu e está vivendo para o filho. Diogo Nogueira está doido para gravar [a música], me pediu autorização para cantar para o filho dele e isso é muito bacana", diz.


Autor de vários samba-enredo campeões, o artista explica as diferenças nas composições de algo carnavalesco para um clássico pagode. Questionado sobre o quê faz de um compositor um sucesso, Arlindo destaca o "poder de síntese" e o "duplo sentido", além da modernidade explícita nas letras. "Acho que o sambista tem o dever de ser o cronista da sociedade. De se manter atual, de falar das coisas que estão acontecendo", conclui.

Publicada: 13/09/2019

Comentários