Mariana Godoy Entrevista

Sexta-feira, às 23h

Mariana Godoy Entrevista

VOLTAR

"Cazuza não tinha limites, era outro após o 3º whisky", diz Paulo Ricardo

Paulo Ricardo abriu o jogo sobre sua amizade com um dos mais célebres cantores brasileiros de todos os tempos, Cazuza. Segundo o ex-RPM, ele era "um cara muito gentil, um doce", porém brincou que "após o terceiro whisky, ele se transformava em um demônio". Paulo também abriu o jogo sobre a mudança na indústria da música dos "bolachões" para CD`S nos anos 80. "No princípio, o impacto foi ruim, pois tudo que era digitalizado, podia copiado perfeitamente. Foi um período sombrio para a indústria fonográfica", disse. E mais: Paulo faz homenagem a Cazuza com regravação inédita do clássico 'O tempo não para', além de "dar uma palhinha" do seu sucesso, 'Dois'.

Publicada: 23/03/2019

Comentários