COLUNISTAS
 »
   
CONEXO CHINA
Rodrigo Luis reside em Shenzhen desde 2005. O empresrio fluente em mandarim e detalha nesta coluna tudo o que envolve a vida de um brasileiro na China.
 
 
1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12 
postado em 30/07/2019 20h01
Cirurgia transmitida ao vivo por tecnologia 5G na China
Operação durou 90 minutos e foi assistida em Ningbo


(Foto: Divulgação)

Uma cirurgia de intestino em um paciente com câncer foi transmitida ao vivo através da tecnologia 5G em um hospital de Xangai, na China. A operação durou 90 minutos e foi assistida por médicos do Hospital Renji, em Ningbo, província de Zhejiang, na China.

Zhong Ming, vice-diretor do departamento gastrointestinal do hospital, foi o cirurgião responsável pelo procedimento que contou com um avançado sistema robótico que facilita cirurgias complexas ao usar um método minimamente invasivo controlado pelo médico a partir de um console chamado "Da Vinci Robotics System".

O intuito é fazer com que os médicos em Ningbo observem os casos complexos, dominem as técnicas correspondentes e assim promover o desenvolvimento médico integrado na região do Delta do Rio Yang-Tsé. 

“Essas transmissões são benéficas para os médicos jovens na região aprenderem a tecnologia mais avançada e padronizarem ainda mais o tratamento cirúrgico, levando benefícios a mais pacientes”, exaltou Zhang Jidong, vice-presidente do Hospital Renji.
winpoint.limited@gmail.com
 
 
postado em 24/07/2019 23h03
Homem que estuprou trs garotas menores de 14 anos executado na China
China quer tolerância zero para réus que agridem sexualmente jovens


Corte Popular Intermediária de Linyi (Foto: Divulgação)

Ele Long, que estuprou três garotas menores de 14 anos e as forçou a serem prostitutas depois que ele as sequestrou em 2014, foi executado nesta quarta-feira (24) pela Corte Popular Intermediária de Linyi, na província de Shandong, após o Supremo Tribunal Popular da China ter aprovado sua pena de morte.

Segundo comunicado divulgado pelo Supremo Tribunal Popular, o caso mostrou a determinação em proteger jovens, aplicando severas penalidades a criminosos que atacam crianças sexualmente.

O comunicado também destaca que tribunais em toda a China sempre exibiram tolerância zero para réus que agridem sexualmente jovens, e aqueles que feriram crianças com comportamento extremamente cruel foram condenados à morte sem hesitação de acordo com a Lei Criminal Chinesa.

Estatísticas do Tribunal Superior mostram que os tribunais de todo o país concluíram 3.567 casos de abuso infantil no ano passado, 605 a mais do que em 2017. De janeiro a junho, o número chegou a 1.803. Réus em cerca de 30% desses casos causaram danos sexuais a crianças por meio de ferramentas de mensagens instantâneas.

"O número crescente, por um lado, significa que a consciência legal para proteger os jovens foi reforçada na sociedade, enquanto por outro lado representa que a luta judicial contra tais crimes também foi fortalecida", afirmou o tribunal de primeira instância.
winpoint.limited@gmail.com
 
 
postado em 16/07/2019 22h36
Financiamento coletivo na China arrecada R$ 24,5 milhes para proteger a Grande Muralha
A Grande Muralha é reconhecida como uma das sete maravilhas do mundo


Grande Muralha da China (Foto: Divulgação)

Lançada pela Fundação Chinesa para a Conservação do Patrimônio Cultural, uma campanha de financiamento coletivo arrecadou mais de 45 milhões de yuans (R$ 24,5 milhões) para proteger a Grande Muralha.

De acordo com o "Beijing Daily", esta foi a primeira vez que a China permitiu que uma campanha ajude na proteção da Grande Muralha. O jornal informou ainda que cerca de 360 mil pessoas participaram da arrecadação desde setembro de 2016.

Supervisionada pela Administração Nacional do Patrimônio Cultural, a fundação é supervisionada pela Administração Nacional do Patrimônio Cultural e na campanha contou com a colaboração offline da Fundação Tencent, uma plataforma filantrópica da empresa de tecnologia.

Construção arquitetônica edificada na época da China Imperial com finalidade militar, o objetivo da Muralha da China era de impedir a entrada de tribos nômades oriundas da Mongólia e da Manchúria.

A Grande Muralha é reconhecida como uma das sete maravilhas do mundo e está na lista do Patrimônio Mundial da Unesco. A construção possui aproximadamente 8.851,8 quilômetros de extensão, 7,5 metros de altura, 3,75 metros de largura, e atravessa 15 províncias e cidades da China.

winpoint.limited@gmail.com
 
 
postado em 07/07/2019 20h54
Traficantes so condenados morte em Shenzhen
38 traficantes foram acusados em julgamentos abertos


(Foto: Divulgação)

O Tribunal Popular Intermediário de Shenzhen, na China, condenou três traficantes de drogas à morte no Dia Internacional contra o Abuso de Drogas e o Tráfico Ilícito, realizado no dia 26 de junho. Outros quatro foram sentenciados à morte com um adiamento de dois anos.

Em toda a cidade, os tribunais proferiram veredictos em 38 acusados ​​em julgamentos abertos em 25 casos de tráfico de drogas. Um total de 12 acusados ​​em seis casos representou o julgamento de primeira instância. Sete deles foram condenados a penas de prisão entre 8 e 15 anos, informou o gabinete da Comissão de Controle de Narcóticos de Shenzhen.

Nos últimos 12 meses, os tribunais de Shenzhen lidaram com um total de 1.924 casos relacionados a drogas, um decréscimo de 9,6% em relação ao período anterior, representando 7,75% dos casos criminais, de acordo com estatísticas do Tribunal Popular Intermediário de Shenzhen. Um total de 2.241 acusados ​​foram condenados e 346 deles foram condenados.

Durante o período, a polícia de Shenzhen apreendeu 2,76 toneladas de drogas, descobriu cerca de 1.800 casos de drogas e deteve mais de 2.560 traficantes, afirma o chefe do departamento de controle de narcóticos do departamento de segurança pública, Deng Guangsheng, em entrevista coletiva.

Em abril, a polícia deteve um grande caso de contrabando e comércio de drogas e prendeu oito suspeitos em quatro ataques. Entre eles, cinco suspeitos eram membros de organizações no exterior. Um total de 118kg de cocaína foram apreendidos.

A alfândega de Shenzhen também registrou 228 casos de contrabando de narcóticos, apreendeu 863 quilos de narcóticos nos últimos 12 meses e transferiu 183 suspeitos para serem processados.

Em campanhas de repressão ocorrendo entre 2013 e 2018 em todo o país, a polícia chinesa resolveu cerca de 850 mil casos relacionados a drogas e prendeu 34 mil organizações criminosas envolvidas na fabricação e tráfico de drogas.

Eles também prenderam mais de 1 milhão de suspeitos de crimes e confiscaram um total de 482 toneladas de drogas, segundo a agência de notícias Xinhua. A China estabeleceu mecanismos anuais de reunião de controle de drogas com 13 países, bem como escritórios de ligação em países como Mianmar, Vietnã e Mongólia.

O intercâmbio de informações e a cooperação policial com os Estados Unidos, a Rússia, o Canadá e a Nova Zelândia também foram aprimorados. No final de 2018, havia 39.000 centros comunitários de desintoxicação e reabilitação de drogas em toda a China. Mais de 2 milhões de ex-usuários de drogas não recaíram há três anos desde a reabilitação, 2,3 vezes o número em 2013.

Um total de 770.000 ex-usuários de drogas foram ajudados a encontrar emprego e começar novas vidas. Os centros de reabilitação compulsórios da China trataram mais de 1,44 milhão de viciados em drogas nos últimos 11 anos, de acordo com dados do Ministério da Justiça.

A China tinha 370 centros de reabilitação de drogas obrigatórios até o final de 2018, informou o ministério, acrescentando que o número de dependentes de drogas registrados era de 214.300. Quase 90% eram do sexo masculino e mais de 88% tinham menos de 50 anos.
winpoint.limited@gmail.com
 
 
postado em 25/06/2019 21h04
Semana Nacional de Inovao em Massa mostra novas tecnologias de ponta da China
Eventos destacaram o poder do empreendedorismo e da inovação


(Foto: Divulgação)

A Semana Nacional de Inovação em Massa e Empreendedorismo de 2019 e a 5ª Semana Internacional de Shenzhen foram realizadas em Huaqiangbei, no distrito de Futian, mostrando novas tecnologias de ponta da China.

Com o tema “Faça com Shenzhen”, os eventos destacaram o poder do empreendedorismo e da inovação, e conectaram projetos de fabricantes. Foram 22 atividades, entre elas uma intitulada “Co-criar - Capacitar seu Futuro” no Futian Hi-tech Exhibition Center.

Os visitantes puderam conhecer os melhores dispositivos portáteis do mundo, aplicativos IoT para residências inteligentes, robôs inteligentes, tecnologia de impressão 3-D, projeção holográfica, realidade virtual (VR), realidade aumentada (AR), realidade mista (MR), além de conhecer como essas novas tecnologias trarão imensas mudanças em nosso cotidiano.

Sócio e diretor do programa HAX (acelerador de sementes focado em startups de hardware), Garret Winther disse que ficou surpreso com a velocidade e o potencial de Shenzhen quando visitou a cidade pela primeira vez há seis anos.


(Foto: Divulgação)

"O ecossistema de fabricantes de eletrônicos, fornecedores de componentes, serviços profissionais de logística e talentos qualificados de Shenzhen nos permite construir produtos de hardware inteligentes de maneira econômica e mais rápida do que em qualquer parte do mundo", disse Winther, que decidiu deixar Londres, na Inglaterra, com a família para morar na cidade chinesa.

Segundo o vice-prefeito de Shenzhen, Wang Lixin, a cidade conta atualmente com nove laboratórios formados por ganhadores do Prêmio Nobel, cinco bases estaduais de inovação e empreendedorismo em massa, 2.190 plataformas de inovação em nível de cidade e sete centros de inovação estrangeiros.

"Seja o ambiente de negócios de Shenzhen e o apoio aos fabricantes ou às políticas da Greater Bay Area, é a melhor época para começar um negócio em Shenzhen", destaca Niu Xinyu, fundador da Shenzhen Corerain Technologies Co. Ltd.


(Foto: Divulgação)
winpoint.limited@gmail.com
 
 
postado em 13/06/2019 22h32
Guerra comercial entre China e Estados Unidos no afetou a Feira de Canto
Faturamento da Canton Fair foi de 199,5 bilhões de yuans


Rodrigo Luis (Foto: Arquivo)

Para a minha surpresa, a 125ª edição da Feira de Cantão (Canton Fair em inglês), a maior feira da Ásia, cresceu na comparação com a edição de primavera do ano passado mesmo com a atual guerra comercial entre Estados Unidos e China.

Para se ter uma ideia, o faturamento total da feira realizada entre abril e maio deste ano foi de 199,5 bilhões de yuans (R$ 120 bilhões). As informações são de Xu Bing, porta-voz da Canton Fair. 

O faturamento das exportações com países e regiões ao longo do Belt and Road – a iniciativa do governo chinês voltada ao desenvolvimento de infraestrutura e investimentos em países da Europa, Ásia e África – chegou a US$ 10,6 bilhões, respondendo por 35,8% do total exportado na feira, e um aumento de 9,9% com relação à edição de primavera de 2018.

Nesta edição, a Canton Fair atraiu 195.454 compradores estrangeiros de 213 países e regiões, entre os quais 82.375 eram novos para a feira e mais de 88.000 vieram do Belt and Road, representando 42,15% e 45% do total de compradores, respectivamente.

De acordo com uma pesquisa realizada pela organização da Feira de Cantão, mais de 83% dos compradores têm intenção de comprar ou aumentar suas compras na China no próximo ano. Algumas empresas conheceram mais de 80% de seus clientes e obtiveram 70% de seus pedidos durante a feira.

É importante destacar que a Canton Fair é vista como um barômetro das exportações da China. Por este motivo, sempre digo que a feira é a melhor oportunidade para os empresários brasileiros fazerem negócios.
winpoint.limited@gmail.com
 
 
postado em 04/06/2019 19h56
China lidera corrida mundial do 5G e vai conceder licenas de uso comercial da tecnologia
Empresas estrangeiras participaram dos testes técnicos do 5G


(Foto: Reprodução)

O Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação da China informou que emitirá licenças para a comercialização do 5G já que o país já estabeleceu uma vantagem competitiva na tecnologia sem fio ultrarrápida.

De acordo com o Ministério, o 5G está entrando em um período crítico de implantação comercial globalmente e a indústria 5G da China estabeleceu uma vantagem competitiva através de uma combinação de inovação e cooperação aberta. Inclusive, muitas empresas estrangeiras participaram dos testes técnicos do 5G no país asiático.

"Com os esforços conjuntos de todas as partes, a China construiu uma fundação para a comercialização do 5G", informou o ministério, acrescentando que emitirá licenças comerciais do 5G num futuro próximo, um sinal claro de que a China entrará oficialmente no primeiro ano da tecnologia.

"Como sempre, damos as boas-vindas às empresas nacionais e estrangeiras que participam ativamente da construção e do esforço da rede 5G da China para promover a aplicação da tecnologia e compartilhar conjuntamente as oportunidades de desenvolvimento da tecnologia", completou o ministério.

Segundo um relatório da Academia de Informação e Comunicações da China, as três maiores operadoras de telefonia da China devem gastar de 900 bilhões de yuans (US$ 134 bilhões) a 1,5 trilhão de yuans no total da construção da rede 5G de 2020 a 2025. Em comparação, as operadoras de telecomunicações chinesas gastaram 720 bilhões de yuans na construção da rede 4G de 2014 a 2018.

Especificamente em 2019, os gastos com infraestrutura relacionada ao 5G pelas três grandes operadoras de telecomunicações do país - China Mobile, China Telecom e China Unicom - devem chegar a 34,2 bilhões de yuans. A China Mobile planeja construir de 30 mil a 50 mil estações base 5G este ano, enquanto a China Telecom espera ter 20 mil.

Segundo o chefe do Partido Comunista da China, Wang Weizhong, Shenzhen tornou-se a primeira cidade da China a ter uma rede independente de 5G. “Shenzhen pretende se tornar uma cidade inteligente de classe mundial até 2020”, disse Wang.
winpoint.limited@gmail.com
 
 
postado em 30/05/2019 09h54
Shenzhen substitui frota de nibus por veculos eltricos
Economia já é de 345 mil toneladas de combustível


(Foto: Divulgação/Shenzhen)

Considerada uma das cidades mais inovadoras do mundo, Shenzhen concluiu a substituição de todos os ônibus e quase todos os táxis que circulam na metrópole por veículos elétricos. A informação é do Departamento Municipal de Transporte. 

Para se ter uma ideia, a redução do consumo anual de combustível será de 345 mil toneladas com a substituição de todos os ônibus que circulam pelo sistema de transporte público.

A meta de substituir a frota de táxis - atualmente mais de 20 mil carros - por veículos elétricos até o fim de 2018 está praticamente concluída.

Vale lembrar que, de acordo com uma avaliação conduzida pelo Conselho de Defesa dos Recursos Naturais, organização ambiental internacional sem fins lucrativos, Shenzhen ocupa o primeiro lugar na China em termos de mobilidade.

Além disso, segundo o "Índice de Momento da Cidade" divulgado por serviços imobiliários e pela empresa de investimentos JLL, a cidade localizada na província de Guangdong é a 19ª mais dinâmica do mundo.
winpoint.limited@gmail.com
 
 
postado em 04/05/2019 21h33
China intensifica luta contra pirataria de filmes
Indústria cinematográfica chinesa foi prejudicada por criminosos


"Vingadores: Ultimato" foi um dos filmes que sofreram tentativa de violação na China (Foto: Divulgação)

O Ministério de Segurança Pública da China anunciou nesta semana que vai intensificar a luta contra a violação de direitos autorais e a pirataria de filmes.

De acordo com o diretor do departamento de administração de segurança do ministério, Li Jingsheng, o país deteve 251 suspeitos e reprimiu 25 casos de violação de filmes desde fevereiro deste ano.

"A pirataria infringiu gravemente os interesses dos produtores de filmes e investidores. Isso prejudicou severamente a melhoria da qualidade na indústria cinematográfica chinesa", disse Jingsheng, que revelou que a quantidade de dinheiro envolvida nos 25 casos é de cerca de 230 milhões de yuans (US$ 34,2 milhões).

A atenção passou a ser redobrada após alguns blockbusters terem sido pirateados em até três dias depois de serem lançados ao público em cinemas, mesmo com versões de alta definição, durante o Festival da Primavera de 2019.

"A situação despertou a atenção dos principais líderes do país, da indústria e do público. Formamos uma força-tarefa e restringimos significativamente a pirataria de filmes no país", explicou Li Jingsheng.

Segundo ele, o Ministério de Segurança Pública da China já fechou 361 sites com filmes piratas e programas de TV, e desativou 57 aplicativos e sete servidores de projeção. Foram confiscados 14 mil equipamentos usados ​​para roubar filmes em HD.

A eficácia tem sido mostrada já que, de acordo com o centro de monitoramento da Sociedade de Direitos Autorais da China, nenhuma pirataria de blockbusters recém-lançados no país foi reportada desde que a força-tarefa começou a trabalhar.

"Vamos fortalecer a cooperação com mais países e regiões para reprimir os sites piratas que têm seus servidores no exterior", explicou o diretor do departamento de gerenciamento de direitos autorais da Administração Nacional de Direitos Autorais, Yu Cike.

De acordo com ele, a China excluiu mais de 30 mil links para filmes pirateados que foram lançados durante o Festival da Primavera e colocou 15 filmes, incluindo sete filmes importados, em um sistema de alerta antecipado.
winpoint.limited@gmail.com
 
 
postado em 20/04/2019 09h59
Shenzhen considerada a cidade mais acessvel da China
Shenzhen está localizada no sul da China


(Foto: Divulgação/Shenzhen)

De acordo com uma avaliação conduzida pelo Conselho de Defesa dos Recursos Naturais, organização ambiental internacional sem fins lucrativos, a cidade de Shenzhen ocupa o primeiro lugar na China em termos de mobilidade.

“Para fazer uma via verde que satisfaça os moradores, os departamentos de vias verdes da cidade reforçaram suas funções de serviço e qualidade, instalando áreas de descanso, banheiros ecologicamente corretos, estações de segurança, sinais e um sistema de iluminação para oferecer a maior comodidade”, disse recentemente Zhou Xuping, vice-diretor do escritório de gerenciamento de construção de vias verdes de Shenzhen.

Um dos exemplos é que em uma área de descanso na via verde de Shatou, no distrito de Futian, kits médicos, repelente de mosquitos, chaleiras e água potável estão disponíveis para os moradores e turistas de Shenzhen. Livros e uma sala para crianças também ficam disponíveis gratuitamente no distrito de Longhua.

Além disso, cada distrito em Shenzhen tem um mapa de vias verdes com conteúdo que introduz a história e os destinos turísticos ao longo dos locais.


Mapa mostra o layout geral das vias verdes de Shenzhen (Foto: Reprodução)

“O mapa da via verde oferece muitas informações, incluindo características da via verde, como a extensão e a localização dos banheiros”, afirmou Zhang.

Moro em Shenzhen desde 2005 e desde então costumo caminhar pelas vias verdes da cidade. Realmente são impecáveis!
winpoint.limited@gmail.com
 
 
1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12