Quinta, às 22h45

Sensacional

VOLTAR

Reginaldo Manzotti: "Quem nunca amou na vida é um ser humano incompleto"

Assista aos nossos novos vídeos no YouTube e inscreva-se no canal!

No programa Sensacional desta quinta-feira (28), Daniela Albuquerque entrevistou o padre e também cantor, Reginaldo Manzotti.

 

Nascido em Paraíso do Norte (PR), ele tornou-se seminarista aos 11 anos de idade, após escrever uma carta - sem o conhecimento da família - para ingressar na escola de formação de sacerdotes. "Tenho essa memória afetiva. Eles [pais] me levaram e me deu um desespero quando vi minha mãe e meu pai indo embora. Tive vontade de ir junto", diz, relembrando o primeiro dia no seminário.

 

No bate-papo, Reginaldo Manzotti confessa já ter vivido um romance na juventude. "Quem nunca amou na vida é um ser humano incompleto. O amor é uma força, é um fogo que arde. Eu me apaixonei. Ela era paroquiana e foi importante para mim", conta. O padre explica que frequentava o seminário ao mesmo tempo em que estudava em um colégio público e nessa época era comum "paquerar".

 

"Eu queria ter certeza se depois eu conseguiria seguir [como sacerdote]. Ser padre pela metade não vale a pena. Então, eu acreditei e pensei comigo: 'Se não for para ser padre, que eu case. Eu apostei nesse amor'", admite. Após reavaliar o que o realizava e o preenchia, ele decidiu seguir a Deus. "Foi ali meu discernimento sério, de 18 para 19 anos. Ser padre é uma construção".

 

Hoje, conhecido como o religioso que "reúne multidões", ressalta: "Sou celibatário e vivo meu celibato. Na minha vida não tem lugar para casamento. Meu coração é todo de Deus, se tem uma mulher é Nossa Senhora".

Publicada: 29/11/2019

Comentários