Sábado, às 19h30

Ritmo Brasil

VOLTAR

Teresa Cristina relembra início da carreira e homenagem a Paulinho da Viola

Assista aos nossos novos vídeos no YouTube e inscreva-se no canal!


No 'Ritmo Brasil' deste sábado (17), Faa Morena entrevistou, por vídeo, a cantora e compositora Teresa Cristina.


Nascida no Rio de Janeiro, Teresa, começou a cantar no fim dos anos 1990, e hoje, aos 52 anos de idade, está no auge da carreira e comenta sobre a importância do sambista Antônio Candeia Filho em sua trajetória musical. "Meu pai colocava esse disco do Candeia para eu ouvir [quando era criança], mas eu não dava muita atenção, era música do meu pai, não era música minha. Quando ouvi esse mesmo álbum aos 25 anos, tomei um choque porque eu sabia todas as canções. Aquilo mexeu comigo e eu falei: 'Vou fazer um show cantando Candeia'", relembra ela, ressaltando todas as portas que foram abertas em sua vida graças ao cantor.


Ao longo dos mais de 20 anos de carreira, a sambista falou ainda sobre o disco 'A Música de Paulinho da Viola', feito em homenagem ao artista, que teve grande influência em suas obras. "A primeira vez que eu o ouvi cantar foi na abertura da novela 'Pecado Capital' e me chamou muito a atenção. Quando comecei a cantar na Lapa, gravei o álbum para ele. Minha primeira entrada na casa das pessoas foi cantando Paulinho da Viola", recorda ela sobre como começou a conquistar o público.


Durante a entrevista, a carioca soltou a voz com os sucessos 'Conversa de Botequim', de Noel Rosa, e 'O Sol Nascerá', de Cartola.

Publicada: 17/10/2020

Comentários