EDITORIAS
 
Aplicativos para celular I CidadesI Ciência e SaúdeI Dá para acreditar?I EconomiaI EducaçãoI Meio ambienteI MundoI PolíticaI Tecnologia
-
     
17/02/2012 12h05    
 

Taxa de desemprego sobe em janeiro, mas é a menor para o mês

 
Agência Brasil
 
 
Essa foi a menor taxa já registrada para o mês de janeiro desde o início da série histórica (Foto: Reprodução)
Rio de Janeiro – O nível de desemprego nas seis regiões metropolitanas pesquisadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) subiu de 4,7% em dezembro para 5,5% em janeiro de 2012. Essa foi a menor taxa já registrada para o mês de janeiro desde o início da série histórica (março de 2002). Na comparação com janeiro do ano passado (6,1%), a taxa recuou 0,6 ponto percentual.

Veja mais:
>>> Taxa de desemprego em 2011 ficou em 10,5%, diz o Dieese

A Pesquisa Mensal de Emprego, que analisa as regiões metropolitanas de Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre, apontou que a população desocupada (1,3 milhão de pessoas) cresceu 15,9% no confronto com dezembro (mais 180 mil pessoas procurando trabalho). Ante janeiro do ano passado, recuou 7,7% (menos 110 mil).

A população ocupada (22,5 milhões) caiu 1% ante dezembro (menos 220 mil ocupados). No confronto com janeiro de 2011, houve aumento de 2% (mais 433 mil ocupados).

O número de trabalhadores com carteira assinada no setor privado (11,1 milhões) não registrou variação na comparação com dezembro. Na comparação anual, o aumento foi 6,3% - mais 664 mil postos de trabalho com carteira assinada.

O rendimento médio dos ocupados (R$ 1.672,20, o valor mais alto para o mês de janeiro desde março de 2002) apresentou alta de 0,7% na comparação mensal e de 2,7% ante janeiro do ano passado.
PUBLICIDADE
Compartilhe:
VÍDEOS
»
Leitura Dinâmica
Ibope: Dilma tem 36%; Marina 30%; Aécio 19%
 
PUBLICIDADE ANUNCIE
 
ENQUETE
O Senado aprovou o projeto que volta a liberar a venda de inibidores de apetite para o consumidor. Você já fez uso desse tipo de remédio?
 
AEROPORTOS
Fique informado sobre as condições dos principais aeroportos do país.
Fonte: Climatempo