17/12/2017 05:50:00 - Atualizado em 17/12/2017 05:58:00

Marcelo Odebrecht deixa a cadeia na próxima terça-feira (19)

Redação RedeTV!

(Imagem: Reprodução) 

Preso desde junho de 2015 pela Operação Lava Jato, Marcelo Odebrecht deixará a cela que ocupa na Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba, na próxima terça-feira. De lá, o empresário partirá para o bairro do Morumbi, em São Paulo, onde ficará em prisão domiciliar pelos próximos dois anos e meio em uma ‘cela’ de quase 3 mil m², com campo de futebol e piscina. 

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, o acordo de delação premiada negociado pelo empresário prevê duas saídas de casa no período em que cumprirá o regime de prisão domiciliar. O motivo, segundo a publicação, é que uma das filhas dele se formará na faculdade e Odebrecht deseja estar na cerimônia. Para conseguir esse benefício, Marcelo Odebrecht teria enfrentado negociações difíceis com a Procuradoria.

No período em que ficou preso na carceragem da Polícia Federal (PF) e no Complexo Médico Penal (CMP) em Pinhais, na Grande Curitiba, o empresário recebeu apenas duas visitas do pai, Emílio Odebrecht. Já a mulher Isabela e as três filhas do casal iam sempre visitar Marcelo no CPM. Na sede da PF, no entanto, apenas a esposa do empresário comparecia todas as semanas e ela instituiu um rodízio entre as filhas, já que o local permitia apenas duas pessoas no dia de visitas.

No regime de prisão domiciliar, Marcelo Odebrecht poderá receber visitas de 15 pessoas, que deverão estar cadastradas em uma lista enviada ao juiz de execução penal de Curitiba. Ele poderá, ainda, receber profissionais da área da saúde e advogados. Não haverá restrições a convidados da esposa ou das três filhas do casal. 

Recomendado para você

Comentários