Mariana Godoy Entrevista

Sexta-feira, às 23h15

Antonio Anastasia diz que Aécio é seu candidato e critica burocracia brasileira


Publicada:10/07/2015 23:42:00

O senador Antonio Anastasia foi o convidado do programa "Mariana Godoy Entrevista" desta sexta-feira (03). Anastasia criticou o excesso de burocracia que é exercido no Brasil e disse que Aécio Neves é o seu escolhido para se candidatar à presidência do país em 2018.

Mariana começou com o assunto da Operação Lava Jato. Anastasia é o único político do PSDB citado durante a investigação, e teria recebido dinheiro ilegal. O senador ressaltou seu histórico sem processos investigativos, e se disse "indignado", além de classificar a acusação como "inverossímil". 

Anastasia se defendeu dizendo que nunca viu o homem que teria lhe entregado o dinheiro e disse ter "absoluta confiança" de que o caso será arquivado. O político disse que seu caso é o único em que o inquérito foi aberto sem a palavra de um delator, e seu advogado já pediu o arquivamento do processo. "Confio muito na Justiça", afirmou.

O jornalista Mauro Tagliaferri trouxe as perguntas do Twitter, com um internauta querendo saber o que o senador pensa da fala de Dilma Rousseff que diz que "impeachment é golpismo da oposição". Anastasia defendeu a petição, dizendo que "tudo isso está previsto na Constituição. Claro que há o direito de defesa, que é sagrado, mas vamos aguardar que as instituições funcionem". 

Anastasia considera que o senador Aécio Neves é o candidato ideal do PSDB para a Presidência da República. "Acredito que o Aécio, que eu conheço bem, tem todo o preparo, a dedicação, a experiência e habilidade para enfrentar a crise que vivemos agora no Brasil". Sobre a gafe de Aécio, de se proclamar reeleito para a presidência da república quando, na verdade, era reeleito para a presidência do PSDB, Anastasia disse que é um erro "comum".

O senador disse que não tem planos de se candidatar para a prefeitura da capital de Minas Gerais, Belo Horizonte. "Acabei de ser eleito senador com um mandato de 8 anos pelo estado e pretendo concluir isso", afirmou.

"Brasil peca pelo excesso da burocracia. Burocracia no mau sentido, pois a burocracia é necessária, mas temos exagerado nela", criticou o senador. Para Anastasia, o objetivo é "tornar a vida mais simples" e "dar condições para os gestores públicos agirem".

Direto das ruas de Minas Gerais, o programa trouxe a opinião do povo sobre o ex-governador. Entre comentários bons e ruins, Anastasia defendeu seu mandato e disse que acredita que a atual crise econômica pela qual o país passa tem solução. "Falta confiança. Sem confiança os investidores não investem", analisou. Mauro trouxe a dúvida da falta de uma oposição mais atuante. Anastasia defendeu as 'contradições' do partido, como quando votou contra em um projeto que ele mesmo criou do fator previdenciário, e disse que tem certeza que, se Aécio fosse eleito, o "cenário seria muito diferente". Para o senador, o governo está "frágil" e cita membros do governo que votam contra si mesmos. "O governo tem que cortar na própria carne", decretou o político. 

Seguindo no assunto, o programa trouxe uma reportagem de Mauro Tagliaferri sobre as chamadas "pedaladas fiscais", ocasião em que o governo teria 'maquiado' suas contas para mostrar que estava mais forte do que parecia. O governo alega que não tomou dinheiro emprestado dos bancos públicos, algo proibido por lei, mas o assunto está sendo investigado e o governo deve se explicar até o dia 21. Caso as contas sejam rejeitadas, Dilma pode sofrer um processo de impeachment que a tiraria do poder.

Mariana trouxe para o palco o assunto do "mensalão mineiro", esquema de pagamento de propinas que seria comandado pelo PSDB no estado. Anastasia disse que "aguarda a decisão da Justiça". O senador se diz favorável ao projeto de redução de maioridade penal do senador, também do PSDB, Aloysio Nunes.

Aproveitando a chegada do Dia do Rock, na próxima segunda-feira (13), o programa trouxe a banda gaúcha Cachorro Grande para uma apresentação e conversa. Formada em Porto Alegre em 1999, a banda tem entre seus sucessos as músicas "Sinceramente" e "Sexperienced".

Comentários