Documento Verdade

Sexta-feira, às 22h30

Documento Verdade

VOLTAR

Familiares de vítimas da boate Kiss veem interesses políticos em impunidade

Cinco anos depois da tragédia da boate Kiss, os responsáveis pela morte de 242 pessoas seguem impunes. A Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM) quer, apenas, que os culpados sejam condenados, mesmo que seja para doar cestas básicas, afirma o presidente da entidade, Sérgio da Silva, que perdeu o filho Augusto no incêndio. A escritora Daniela Arbex acaba de lançar um livro sobre o fato e afirma: "Essa tragédia é uma tragédia do Brasil (...) E ela fala de uma Justiça que não funciona, de um Ministério Público que não representa os interesses do cidadão, de poderes públicos que não conseguem cumprir a sua função efetiva de fiscalização". 

Publicada: 26/01/2018

Comentários