04/09/2017 10:08:00 - Atualizado em 04/09/2017 10:16:00

Vídeo de menino sem mãos dando chupeta ao irmãozinho emociona a web

Redação/RedeTV!

Sem mãos, antebraços e pernas, o pequeno Camden, de três anos, está comovendo as redes sociais em um vídeo no qual aparece colocando a chupeta na boca do irmãozinho, Jaxton, para fazê-lo parar de chorar. As imagens foram publicadas na última terça-feira (29) pela mãe dos meninos, a americana Katie Whiddon, e viralizaram. 

No vídeo, que já ultrapassou 53 mil visualizações, os meninos aparecem deitados enquanto Jaxton chora. Para acalmá-lo, Camden dá um jeito de entregar a chupeta ao caçula. Na legenda, a mãe, que tem 22 anos, postou: "Camden pode não ter mãos, mas ele não se deixa isso impedi-lo de cuidar de seus irmãos".

Nascido com uma condição que causa malformação congênita dos membros, Camden não tem sem os antebraços e as pernas. Apesar disso, segundo a mãe contou em entrevista ao Daily Mail, ele está ali para ajudar o caçula ou a irmã, Ryleigh.

"Dessa vez, Jaxton estava chorando e eu disse que iria pegar sua chupeta, mas Camden disse: deixa que eu faço, mamãe!. Então eu peguei meu celular e corri para capturar o momento", relembrou ela. "Essa é nossa rotina, mas achei que nossos amigos e familiares gostariam de ver". 

Katie relembra que, apesar de ter ficado preocupada ao descobrir que Camden nasceria com a condição rara, ela se surpreende todos os dias com as lições de superação que o menino dá para ela e o marido, Cole, de 23 anos. 

"Eu sei que a maioria das pessoas olha para ele e pensa 'coitadinho', mas quando ele fica confortável em um ambiente e começa as fazer as coisas de maneira independente todos se reúnem para assistir", afirma a mãe em seu blog Admirably Diverse. "Ele é incrível e consegue fazer tantas coisas inacreditáveis que você só acredita vendo. Ele pode não ter pernas para se levantar e correr, mas esse garoto é veloz ao rolar".

O casal, que é morador do Texas (EUA), agora está fazendo o possível para conseguir uma prótese para ajudar o filho a começar a andar. No futuro, quando ele tiver uns sete ou nove anos, ele poderá também usar próteses de braço.

(Foto: Reprodução/Instagram/katiewhiddon)


(Foto: Reprodução/Instagram/katiewhiddon)

Recomendado para você

Comentários