14/03/2016 08:50:00 - Atualizado em 14/03/2016 09:02:00

Ex-modelo relata como foi passar oito meses comendo apenas 3 maçãs por dia

Redação RedeTV!

A ex-modelo Victoire Maçon Dauxerre (Foto: Reprodução/Instagram/victoiredauxerre)

Pressionada pela ditadura da magreza, a ex-modelo francesa Victoire Maçon Dauxerre passou oito meses se alimentando apenas de 3 maçãs por dia para perder peso. Às vezes, 'complementava' a alimentação com frango ou peixe durante os finais de semana. E só. Não comia nada mais para ter o direito às passarelas. 

Essa rotina é parte do que a ex-top model relata em seu livro "Jamais assez maigre - Diário de uma top model" ("Nunca suficientemente magra - Diário de uma top model", ainda sem tradução para o português). Victoire ainda conta o sofrimento de outras modelos, que também tentavam ficar cada vez mais magras para o mercado da moda. 

Em janeiro, ela contou à Agence France-Press que chegou a pesar 47 quilos e sentia-se doente. "Tinha a pulsação fraca, perdia cabelo e sofria de osteoporose", relembra ela. "Quando você vê um tom verde em seu rosto, você percebe imediatamente que tem um problema".

Victoire largou as passarelas, iniciou carreira de atriz e, agora saudável com 54 quilos, dedica-se a combater a anorexia, a hipocrisia e a "lei do silêncio" no mundo da moda por meio da conscientização, tanto em seu livro como nas redes sociais. 

A capa do livro (Foto: Reprodução/Instagram/victoiredauxerre)

Em abril de 2015, a França anunciou o banimento de modelos excessivamente magras. O país, com suas indústrias de moda e luxo avaliadas em dezenas de bilhões de euros, se junta a Itália, Espanha e Israel, que adotaram leis contra modelos exagerademente magras nas passarelas ou em campanhas publicitárias em 2013.

A medida faz parte de um combate mais amplo contra a anorexia, apoiado pelo presidente francês François Hollande. Parlamentares também aprovaram uma medida separada tornando ilegal aceitar a anorexia, com alvo nos sites que encorajam perda de peso em níveis perigosos.

Na época da aprovação da lei, especialistas de saúde estimavam que cerca de 30 a 40 mil pessoas eram vítimas da anorexia na França - a maioria adolescentes.

Recomendado para você

Comentários