- Atualizado em

Governo de SP se recusou a receber intimação sobre aumento de passagem, diz oficial de Justiça

Redação RedeTV!

O governo de São Paulo se recusou a receber na última sexta a intimação do Tribunal de Justiça que suspendeu o aumento da integração entre ônibus e trilhos. Em 30 de dezembro, Geraldo Alckmin anunciou o aumento de R$ 5,92 para R$ 6,80 da integração ônibus + metrô/trem.

A recusa foi registrada por João Carlos de Siqueira, oficial do Justiça encarregado de entregar o documento no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista. João disse que tentou deixar a intimação com o assessor especial Pedro Giocondo, 'mas este não quis recebê-la'. 

O Tribunal de Justiça de SP determinou a suspensão do reajuste em caráter liminar, mas a nova tarifada passou a ser cobrada já nesta segunda. Alckmin  disse que não foi notificado pela Justiça e confirmou que irá recorrer da decisão. O Palácio dos Bandeirantes ainda argumentou que Siqueira foi atendido por assessor que não tem 'delegação' para receber intimações em nome do governador.

Comentários