Leitura Dinâmica

Segunda a sexta à 0h15

Leitura Dinâmica

VOLTAR

Morte da vereadora Marielle Franco segue sem solução três meses após crime

A Anistia Internacional cobrou mais atuação do Ministério Público para fiscalizar e, também, monitorar o trabalho da Polícia Civil. Os investigadores suspeitam que o gabinete da vereadora foi alvo de escutas clandestinas. 

Publicada: 13/06/2018

Comentários