De segunda a sexta, às 15h

Blog

Bombeiros conseguem controlar incêndio em Duque de Caxias, no Rio

Os Bombeiros conseguiram controlar na madrugada desta sexta (19) um incêndio de grandes proporções numa indústria química de Xerém, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

O combate às chamas durou quatro horas. Não há informações sobre vítimas.

Segundo os Bombeiros, o fogo começou por volta das 22h30 e as chamas chegaram a 20 metros de altura. Cem homens participaram da ação contra o incêndio.

Internautas postaram nas redes sociais que policiais pediram moradores próximos da indústria deixassem suas casas. Não há prazo para o final do trabalho de rescaldo e as causas do incêndio ainda estão sendo investigadas.

À espera de transplante, bebê de 11 meses trata infecção em UTI de Miami

A menina Sofia Gonçalves de Lacerda, de 11 meses, que sofre de uma doença rara e está na fila de transplantes nos Estados Unidos, foi internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Jackson Memorial Hospital, em Miami, após ser atacada por bactérias.

A mãe, Patrícia Lacerda, usou as redes sociais nesta quinta-feira para pedir uma corrente de oração pela filha. Primeira na fila do transplante multivisceral, que inclui estômago, fígado, pâncreas e intestinos, ela precisa estar bem de saúde caso apareça um doador.

Arrastão provoca tumulto e assusta motoristas no Rio

Dezenas de motoristas abandonaram seus carros durante um arrastão na Linha Vermelha por volta das 6 horas desta sexta-feira, 19. O tumulto ocorreu no trecho perto da Ilha do Fundão, onde fica o campus da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Motoristas relataram assaltos com uso de pistolas e de chaves de roda para quebrar vidros de carros, mas ninguém havia registrado queixa na 21.ª DP até o fim da manhã.

Em nota, o comando do Batalhão de Policiamento em Vias Especiais (BPVE) afirmou que "um grupo de menores atirou pedras na via expressa atingindo um veículo, na altura do Complexo da Maré". Imagens da TV Globo, no entanto, mostram dois carros atingidos, com vidros quebrados. Em gravações divulgadas na internet, motociclistas trafegavam pela contramão e pessoas corriam pela pista, assustadas.

Assaltos durante o congestionamento têm sido frequentes na Linha Vermelha, que é usada por quem chega ao Aeroporto Tom Jobim, na Ilha do Governador, zona norte, para ir ao centro e à zona sul do Rio.

Criminosos invadem casa e fazem refém na zona leste de SP

Dois criminosos fizeram uma família refém dentro de uma casa na região de Aricanduva, zona leste da capital paulista, na manhã desta quinta-feira, 18. Os dois foram presos pela Polícia Militar.

Segundo a PM, a dupla armada invadiu a casa, no bairro Vila Rica, por volta das 5h50 desta manhã. Os criminosos iriam assaltar a residência, mas acabaram fazendo os moradores reféns, informa a PM.

O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar foi acionado para negociar a liberação da vítima com os assaltantes. Os criminosos exigiram a presença da imprensa para conversar com os oficiais.

Por volta das 8h, os bandidos resolveram se entregar. A dupla deixou as armas sobre o teto do carro que estava estacionado na garagem da casa e, vestidos com colete à prova de balas, saíram com as mãos para o alto. Ninguém ficou ferido.

PF desarticula quadrilha de tráfico de drogas que atuava no Sul

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira, 18, a operação R5, com o objetivo desarticular uma organização criminosa que distribuía cocaína e crack no interior do Rio Grande do Sul. O principal foco de atuação dos traficantes eram as cidades Santa Maria, Rio Grande, Pelotas, Santa Vitória do Palmar e Chuí.

Foram cumpridos 29 mandados de busca e apreensão e 33 mandados de prisão, sendo 28 prisões preventivas, no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. "Trata-se de uma quadrilha que vinha atuando há muito tempo e era bastante estruturada. Até o momento, foram presas nove pessoas no Rio Grande do Sul e uma em Santa Catarina", afirmou o coordenador da operação e delegado da Polícia Federal em Chuí, Igor Gervini.

Segundo ele, a operação, que contou com a participação de 140 policiais federais e 50 militares, é resultado de uma investigação que durou quase seis meses. Além das prisões, a Justiça Estadual determinou o sequestro de 14 veículos que estavam em poder da organização criminosa. Uma parte desta organização atuava também no tráfico de armas. De acordo com Gervini, não foi identificada a participação de agentes públicos na quadrilha.

O nome da Operação, R5, faz referência a uma rua na cidade de Santa Vitória do Palmar, onde as investigações se iniciaram após verificada a venda de entorpecentes.

Pai que esqueceu criança no carro paga R$ 725 e é liberado

O pai da criança de 2 anos que foi encontrada morta em um carro em São Bernardo do Campo, no ABC, disse a policiais militares que esqueceu a filha no veículo. O pai, funcionário público Rodrigo Machado, foi autuado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, e liberado após pagamento de fiança de R$ 725.


Aos policiais, Machado contou que havia saído do trabalho no horário de almoço para buscar a filha na casa da avó e, depois, deixá-la na escola. No entanto, ele acabou esquecendo da criança, que estava dormindo na cadeirinha, no banco traseiro do carro, e foi direto para o serviço.

Durante o expediente, o veículo ficou estacionado na Rua 23 de Maio, na região do Rudge Ramos, próximo ao prédio da Secretaria de Finanças de São Bernardo, onde o funcionário público trabalha, e da escola de Educação Infantil Integração, onde a filha estudava.

Por volta das 18h, Machado foi até a escola da menina para buscá-la. Segundo a Polícia Civil, ao chegar lá, foi informado pelos funcionários que não havia deixado a filha no colégio naquele dia. Só então teria se dado conta que a havia esquecido no carro.

A Polícia Militar foi acionada para socorrer a criança, mas a menina já estava morta. À noite, os pais prestaram depoimento no 2º Distrito Policial (Rudge Ramos) de São Bernardo. Em estado de choque, o funcionário público precisou ser levado para o hospital.

Suspeitos batem carro durante perseguição policial em São Paulo

Um carro se chocou contra o portão de um prédio na Avenida Fagundes Filho, na região do Jabaquara, na zona sul da capital paulista, durante uma perseguição policial na manhã desta quarta-feira, 17. Segundo a Polícia Militar, o veículo havia sido roubado pelos criminosos momentos antes do acidente. Uma pessoa foi detida e outra ficou ferida.

O caso aconteceu por volta das 5 horas. De acordo com a corporação, o proprietário do carro havia sido alvo de um assalto e, após ser liberado pelos bandidos, foi até uma Base Comunitária da PM, onde informou os dados do veículo.

Ao localizarem o carro, os policiais passaram a fazer o acompanhamento, diz a PM. Os suspeitos, no entanto, teriam perdido o controle da direção e se envolvido no acidente na Avenida Fagundes Filho, próximo à Avenida Professor Abraão de Morais.

Ferido, um dos ocupantes do carro foi encaminhado ao Hospital Municipal do Jabaquara, também na zona sul, mas passa bem. Outro ocupante foi detido pelos policiais. O caso foi registrado no 35º Distrito Policial (Jabaquara).

1 2 3 4 5 6 7